Wednesday, March 22, 2006

PRESENTES
O passado é um brinquedo quebrado, o presente que eu já usei.
O futuro é sempre uma surpresa, o presente que eu ainda não ganhei.
O presente?
Ah, pode me dar qualquer coisa que eu me divirto igual.

Tuesday, March 21, 2006

A SOMBRA
É só o sol brincando de desenhar a gente no muro. Mas de noite alguém vai lá e apaga todas as lousas, pra que ele possa brincar de novo no outro dia.
(Este texto começou pela última frase, que foi dita despretensiosamente num email pela minha amiga Mariana Stuart. Gostei e me apropriei.)

SONHO SEM SONO
Nos meus sonhos, meu coração sempre disparava quando a gente se encontrava. E eu sempre ficava triste e com saudades quando ficava longe de você. Até o perto era longe. E o rápido demorava uma eternidade. Nos meus sonhos, você era a pessoa mais linda do mundo, principalmente quando acordava com aquele rosto amassado e os cabelos emaranhados. Nos meu sonhos, tudo era verdadeiro, eterno e eu não cansava nunca de você. Mas hoje eu acordei cansado. Estou precisando voltar pra cama e dormir tudo de novo.
ESTRELAS
Olho embasbacado para o céu estrelado
E fico viajando num infinito distante
Mas olho para o lado
E vejo que há um infinito dentro de você
Que é muito mais interessante.

Friday, March 17, 2006

TINHA MEDO DO SILÊNCIO.
Me preocupava demais com a falta de assunto. Ficava pensando - será que sempre teremos assuntos em comum? Será que sempre teremos novidades pra contar um para o outro? Ou reclamações a fazer? Política, esportes, gripe aviária. Passei o dia fuçando jornais, revistas, observando pessoas na rua, tudo para ter o que falar quando encontrasse você. Ou melhor, para que não ficasse sem ter o que falar. Aconteceu. Era inevitável. Mas ainda bem que inventaram o beijo. Uma das poucas coisas que é impossível fazer ao mesmo tempo em que se fala.

Thursday, March 16, 2006

ROUBO NO ÔNIBUS

Era final da tarde
e a senhora ao lado lia o jornal do dia.

Mantendo o rosto voltado para a frente,
fiquei espiando só com os olhos revirados para a esquerda.

Já que as notícias não eram tão quentinhas assim,
apenas roubei uma dúzia de palavras
pra fazer um poema pra você.
FIA

A filha única

não suporta

fila única.

Monday, March 13, 2006

INFAME II

HAI
K
A
I
INFAME
Eu até teria pena
das galinhas que vão
para o abate.
O problema
é que elas já vêm depenadas.
ROSAS
No caminho de volta pra casa, atravessei a feira e aproveitei para levar um pacote de rosas vermelhas pra você. Desembrulhei-as cuidadosamente do papel pardo, cortei os talos na diagonal e coloquei-as num vaso com água fresca em cima da penteadeira. Quanto mais elas se olhavam no espelho, mais lindas elas ficavam. Meu amor, agora descobri qual é o seu segredo.

Wednesday, March 08, 2006

O ABECÊ DA MULHER

Mulher grávida é uma letra b
Mas se ela estiver voltando, é uma letra d
Mulher peituda vista de cima é um B
Mas na perspectiva do bebê, é um m
Mulheres podem ter cabelos encaracolados como um S
Ou lisos como um l
Mulher de salto alto é um h
Já a de sapato sem salto é um L

Descrever as mulheres é simples assim,
até com uma letra só.
Mas para conquistá-las, é preciso saber fazer
a combinação perfeita entre centenas delas.