Tuesday, May 24, 2005

Baseado em fato real.
(A notícia é de hoje. O que está em itálico é texto meu.)
Um menino russo de doze anos viverá com uma bala em seu coração, informaram nesta terça-feira cardiologistas da cidade de Apsheronsk, região meridional de Krasnodar.
O rapaz recebeu um tiro no peito quando brincava com seu irmão menor com uma escopeta em casa, disse um porta-voz do hospital de Krasnodar à agência Itar-Tass. A bala, incrustada nos músculos do ventrículo esquerdo do coração do menino, não impede o funcionamento do órgão vital, e por esta razão, os médicos decidiram não extrair a bala para evitar complicações quanto à recuperação do paciente.
Perguntado se ele se importaria em ficar com a bala, o menino respondeu:
- sem problemas. Meu coração já foi ferido uma outra vez e doeu bem mais.

2 comments:

Jana Jan said...

Que triste, já aos 12?

camis said...

e o pior é que vai acostumando com a bala, e ele só vai lembrar dessa qdo levar outra, e outra, e outra... até entupir todo o ventrículo e não ter mais espaço pra balas de escopetas, só de caramelo e chocolate.