Friday, May 28, 2004

DECISÃO TOMADA
Foi-se a última gota que existia no frasco. Junto, acabaram-se os motivos para se suspirar. Acabou-se o encanto, a alegria, acabaram-se as lembranças. Porque odores, músicas e sabores nos fazem reviver capítulos importantes das páginas que já viramos. Sem perfume, as pétalas desistiram de ser flor. Jogaram-se para trás, como alguém que se joga de costas num precipício. Sem querer saber o que vinha depois. Sem querer que existisse o depois. Jogaram-se uma a uma. Em movimentos lentos, porém decididos. Porque elas preferiram a queda, a mudança e a regeneração, a permanecer eternamente num caule duro, seco e espinhento.

No comments: